O Natal na minha terra

            Na minha terra, tal como em todo o lado, o Natal é a festa da família e, como tal, todas as pessoas que aqui nasceram deslocam-se para cá, para junto dos seus familiares.

            Os mordomos preparam tudo com antecedência: fazem o presépio e vão à lenha, para no dia 24 se fazer a fogueira, e assim se manter a tradição, embora já não haja missa do galo.

            Por volta das 10h, depois das famílias terem consoado, os sinos tocam a anunciar que a fogueira vai começar a arder. Depois de todos estarem reunidos acende-se a fogueira e os mordomos andam de um lado para o outro a dar de beber às pessoas.

            No dia 25, na missa de Natal, todos se reunem e vão beijar o menino.